Palavras que inspiram… de Pablo Neruda

Um cliente de Lisboa enviou-me estas frases de Pablo Nerudo e achei pertinente partilhá-las convosco: Evitemos a morte em doses suaves Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não houve música, quem destrói o seu amor próprio, quem não se deixa ajudar. Morre lentamente quem se transforma escravo do hábito, repetindo todos os